RESIDÊNCIA MCA

 

Distribuída em dois níveis de um terreno em declive, a casa da forma que fora construída, parecia dividida em dois pisos extremamente distintos: o térreo (onde todos os ambientes funcionais, sociais e de estar se encontravam) e o inferior (para uma garagem, espaço de manobras e quarto de empregados). O quintal dos fundos era subaproveitado e ficava distante dos ambientes de estar onde poderia ocorrer um usufruto do mesmo.

 

A premissa era reorganizar todo layout da casa buscando uma maior luminosidade, integração entre espaços internos e externos além de garantir a sensação de amplitude. Sendo assim, a primeira providência seria resgatar a relação da casa com os jardins ao redor. Para isso, um terraço em concreto aparente foi erguido nos fundos da casa, ele faz a ligação entre o nível térreo e o inferior. Além disso, uma piscina e um projeto de paisagismo (Priscila Bruno) foram desenvolvidos para o piso inferior que, juntamente com uma churrasqueira equipada e uma confortável sala de TV, formaram uma estrutura de lazer adequada e tentadora para os fins de semana.

 

O escritório encontra-se no piso térreo, bem nos limites do terraço que liga a casa ao piso inferior. Neste escritório, uma grande porta de correr de vidro fica ao eixo do corredor dos quartos, garantindo uma vista excelente para aqueles que transitam
na área íntima da casa.

 

A sala originalmente já fora construída com uma laje inclinada de maior altura. Esta laje merecia ser preservada por seu desenho e pela amplitude que trazia ao espaço interno. Integrando as duas salas, jantar e estar, à cozinha e a varanda do térreo, conseguimos uma outra área social na casa adequada para receber amigos e familiares em jantares e festas. Na varanda do térreo, a instalação de um muro verde garantiu o conforto e novamente aliou a paisagem vegetativa aos iluminados espaços internos da casa