Sobre a mão de obra na construção civil


Costumo fazer caminhadas em meu bairro com frequência e, por aqui, existe uma casa que está em reforma há, pelo menos três anos. Agora, está chegando ao fim da obra. Não entrei para ver o resultado mas, visto de fora, é possível saber que a volumetria nem mesmo mudou. Ou seja, era uma obra relativamente simples pelo tempo que demorou. Na verdade, me parece que foi uma obra muito lenta mesmo. Lentidão em obra, normalmente, é resultado de uma má administração.

Bom.... Eu não falaria sobre esta casa mas, a verdade é que há poucos dias atrás, numa de minhas caminhadas, vi uma senhora chamar pelos pedreiros: "Vocês que fizeram esta obra? Está ótima!! Será que você pode me dar seu cartão?"

Tomara que ela tenha sorte e minha impressão esteja errada mas.... Será que é assim que devemos buscar mão de obra para a construção civil?

Criei este post para defender os excelentes pedreiros e marceneiros que já conheci. Muitas vezes, já ouvi comentários do tipo: "Não dá para confiar em marceneiro" ou "Esse pessoal é difícil!!!"

Sinceramente, acredito que, como em qualquer profissão, existem os ruins e os excelentes.

Um excelente pedreiro ou empreiteiro está sempre com muito serviço. É uma pessoa incrivelmente perspicaz e inteligente porque, apesar de muitas vezes ter uma origem de pouca instrução, consegue ler desenhos técnicos como ninguém. Tanto desenhos de arquitetura como engenharia. Sabe calcular volume de material, estudar ângulos de caimento e distribuição de tubulações. Realmente, é uma profissão que exige muitas competências que ele incrivelmente conseguiu desenvolver. Para quem não sabe, o Brasil é conhecido por ter uma mão de obra muito disposta e flexível para encarar desafios com destreza. Aqui, o pedreiro faz de tudo um pouco. Há países em que, a atividade do pedreiro é muito mais restrita.

No entanto, assim como em qualquer profissão, um bom pedreiro é mais caro do que um pedreiro sem serviço. A verdade é que, muitas vezes, o proprietário não quer pagar o talentoso pedreiro e resolve "testar" o outro que, muitas vezes, é um aventureiro nesta profissão.

Vale lembrar que o trabalho de pedreiro, em nosso país é, muitas vezes, informal. Ou seja, ele não recebe benefícios como FGTS e nem mesmo teve uma formação com diploma para apresentar. Sendo assim, considere que um bom pedreiro certamente vai querer um salário melhor, para fazer sua aposentadoria e criar sua família. E, além disso, ele também tem muitos clientes a servir e, neste caso, vale a lei da oferta e demanda.

Se você planeja fazer uma obra, busque indicações de profissionais competentes. Inclusive, programe-se com antecedência, um bom profissional tem a agenda cheia..... Primeiramente, todos os serviços que ele irá prestar, deverão estar organizados em um papel. Se, infelizmente, você não contratou um arquiteto, ao menos descreva em palavras os objetivos que ele deverá cumprir. Em seguida, com este documento em mãos, faça dois ou três orçamentos com estes profissionais que você teve uma indicação. Se puder, visite obras em que ele está trabalhando. Evite transtornos. Se o profissional que passou maior confiança for o mais caro, avalie se sua idéia inicial de pagamento era realmente viável para o mercado ou tente uma negociação.

O mesmo se aplica a outros profissionais contratados no mercado da construção civil: pintores, gesseiros e marceneiros. Existem excelentes profissionais. Eles merecem todo o respeito e trabalho com dignidade.

#arquitetura #carmemavila #arquitetoouempreiteiro #reformas #construções #design #arquiteturaeconstrução #construçãocivil #trabalhadordaconstruçãocivil

Featured Posts
Recent Posts
Archive